Wednesday, March 10, 2010

141


essa capa bacanuda foi idealizada por marco mancini, brasileiro residente por essas plagas de cá, que além de graphic designer é fotógrafo, jornalista, jazzófilo (editor da revista jazznin)...além de saxofonista (apaixonado pelo free jazz) e produtor.

*relato aqui uma passagem curiosa...apesar de conhecer o mancini e trabalhar com frequência em alguns eventos e shows musicais organizados por ele, por conta do meu trabalho, não fui assistir ao encontro registrado nesse cd...mesmo sendo fâzão do oscar castro neves (quem não é?), da leila pinheiro, airto moreira (assim como de flora purim) e os veteranos paulo calazans (pi), marcelo mariano (bs) e marco bosco (percussionista também residente poraqui).
numa tarde, fuçando as prateleiras da loja tower records, chamou minha atenção essa 'jacket' piramidal...fiquei surpreso e feliz ao saber que era do show no blue note tokyo, o qual não pude assistir...mais surpreso ainda, quando ouvi o cd, já que são poucas gravações ao vivo que conseguem um padrão de qualidade como esse registro.

deixo um regalo aos incautos internautas que poracá porventura aportarem...domingo azul do mar (a.c.jobim/newton mendonça) / fotografia (a.c.jobim)



*amplexossonoros, congelados e boa audição....

5 comments:

Paul Brasil (Paul Constantinides) said...

pituco a capa é realmente linda!
a leila pinheiro é uma senhora voz.
adoro muito tbm a Cris Delanno cantando Domingo Azul do Mar, tá no disco q ela interpreta apenas canções do Newton Mendonça.

amigo velho ]
tenha um lindo dia
seja ai quinta ou sexta..kkk

abs
paul

Érico Cordeiro said...

Bacanudo e Piramidal, Mr. Pituco,
Uma abordagem super jazzística, sem perder a doçura da bossa nova.
E a Leila realmente é ótima - nasceu prá cantar bossa nova, não tem jeito. Até parece que ela freqüentava o apartamento da Nara nos anos 50!!!!
Abração!

pituco said...

signores,

grazie pela visita e audição...eu conheci a leila no festival da globo em '85...faz tempo,hein?...cantando 'verde' do gudin (que não deixa de ser uma bossa)...

mas, qaundo ela gravou um cd só com temas de standarts do estilo (creio que em 90?), chegou a declarar que não era cantora de bossa nova(?)...pela interpretação mais 'pungente' também concordei à epóca...

de qualquer maneira, eu curto pacas o cd com as músicas do aldyr e guinga...ali há um casamento perfeito entre voz e canções.

é isso aí
abraçsonoros e pacíficos

Valéria said...

Muito boa essa gravação. A Leila está dando um show. E vamos nos deliciando com as postagens do nosso amigo Pituco.

pituco said...

val,

gravinas ao vivo têm essa energia...um show...não é verdade???

bacana que navegaste pelo blog...obrigadão

abraçsons