Wednesday, October 28, 2009

110

aproveito um comentário feito no blog muzamusica do amigo paul brasil (linkado ao lado), sobre a postagem do contrabaixista, mr.ron carter, para justificar esse post 110...coincidentemente, número telefônico da polícia japonesa...rs

'contrariando a máxima rodrigueana, mr.ron carter é unanimidade...e burrice seria contestar esse fato'.

ouça no podcast ao lado influência do jazz dois temas bacanudos do álbum 'patrão',1980.

ron carter-bs
chet baker-trp
kenny barron/aloísio aguiar-pi
edison machado/jack dejohnette-drs
nana vasconcelos-per

4 comments:

Érico Cordeiro said...

Mestre Pituco,
Bacanudas as músicas postadas! E o glorioso Chet Baker está mandando muito bem!!!
Agora, não conheço esse pianista Aloísio Aguiar - dê mais detalhes sobre ele, por favor!
Abração direto de Bonito, no Pantanal do Mato Grosso!!!

John Lester said...

Mestre Pituco, peço vênia para discordar do amigo Paul e abraçar a tese de Nelson: há sim belos trabalhos de Carter, intercalados, aqui e acolá, por álbuns menores e, em alguns casos, constrangedores (verbi gratia, suas interpretações de Bach).

Eu, daqui de minha vila, poderia enumerar pelo menos cinco ou seis contrabaixistas de jazz melhores tecnicamente e, ao meu ouvir, uns nove ou dez musicalmente superiores.

Quanto a Chet Baker, perfeito!

Grande abraço, JL.

pituco said...

signores,

benvenutos e agradeço honrado vossa visita.

érico-san,
os temas postados no podcast,como se ouve,são tocados pelo quarteto dos gringos...rs

já,com alguma sorte, vamos encontrar informações adicionais sobre aloísio aguiar pela internet...baixei no loronix um cd piramidal...'trajeto' do v.a.brasil com ele ao piano e outros feras do ramo...é de '68(argh)...rs

certa feita, em 91 numa gravina no rio, de um cd de um altonista japa, havia arregimentado o saudoso luizão maia pra session...mas,o cara era complicado...no último momento criou um cripocó danado(não vale relatar agora), daí então, meu irmazão de som, o baterista paulistano,nahame casseb,telefonou imediatamente ao aloísio aguiar que lamentou o fato e indicou uma lista de feras no rio...ocorre, que todos já estavam agendados...tivemos que implorar e tirar nego do canecão pra podermos gravar...hehehe...agora é engraçado,mas naquelas horas que antecediam o estúdio,foi um caos.

de qualquer maneira, encontrei o aloísio aguiar no site de relacionamento(do qual não participava até então)facebook...enviei mensagem e aguardo esse honroso contacto.

signore lester,

concordo que existam outros tantos grandes contrabaixistas de jazz, com as propriedades citadas em teu comentário acima...

de qualquer maneira, a unanimidade sobre mr.carter, no meu entender, não está apenas nesses ítens assinalados...talvez, pela postura e dignidade em sua carreira de eterna devoção na estória do jazz...uma lenda viva e atuante(mês passado apresentou-se no blue note tokyo,como faz anualmente).

abraçsons pacíficos

Paul Brasil (Paul Constantinides) said...

brother pituco
obrigado ai pela citation do meu blog...cara agora eh minha vez de vir aqui e nao vizualizo os podscats...bem daqui uma hora vem aqui em casa um amigo mestre em pc e ver se deixa o meu bom de novo..pq apesar dos meus esforzos, ficou bom, mas nao 100%...
abs
e continue com estes posts bacanudos viu?
paul