Thursday, January 14, 2010

127


esse blog solidariza-se com os sentimentos de todos os familiares e amigos das vítimas do terremoto em porto príncipe, haiti, na última terça-feira.
paz e força

6 comments:

Érico Cordeiro said...

Terrível, Pituco.
A nós resta desejar força e torcer para que o Haiti, com auxílio da comunidade internacional, possa se recuperar e caminhar para ser um país com menos injustiça e miséria!
Abração!

Paul Brasil (Paul Constantinides) said...

é isso ai pituco.

Grijó said...

É isso, camarada.
Solidariedade, e com palavras, também vale.

Abraço.

FG

pituco said...

signores,

aliar-se, mesmo que virtualmente, aos sentimentos dos 'familiares e amigos' das 'vítimas fatais', nesse momento de dor, faz-se necessário...obrigado pelas vibrações.

abraçsonoros

Sergio said...

Pituco, pensar em fazer não é muito. Foi o meu caso auto-criticado aqui. Tbm pensei em me solidarizar, via blog. Mas pensar é fazer quase nada.

A proximidade deixa as cores da desgraça mais vivas. E que abandono é aquele? Como um país pode ser tão desassistido de tudo? Nesse ponto o Brasil deu um passo muito antes de todos. Já estava lá. E o resto do mundo? São imagens muito chocantes de se ver. E que devem ser mostradas, com a insistência e urgência com que a mídia vem fazendo. E que não gerem apenas o sensacionalismo da notícia.

Faço minhas as palavras quase ingênuas do érico: "A nós resta desejar força e torcer para que o Haiti, com auxílio da comunidade internacional, possa se recuperar e caminhar para ser um país com menos injustiça e miséria!"

Abraço! E é assim que se faz.

pituco said...

grande sérgio,

bacanudo teu lúcido e oportuno comentário, assim como os sentimentos humanitários de quase todos os que poracá aportam...não tenho a menor sombra de dúvida sobre isso.

muito embora, minha postagem foque apenas a fatalidade do terremoto, solidarizando-me com o sofrimento dos familiares e amigos das vítimas...reerguer uma cidade em escombros é possível,contudo reconstruir-se uma nação com dignidade, é outro terremoto, com abalos profundos em toda estruta daquele país, não é isso?

vibrações são sempre necessárias, assim como tudo que nos atinge...pelos cinco sentidos...música,cores,alimento e uma gama enorme de informações olfativas e tácteis...portanto, utilizei esse blog no intuito de vibrar virtualmente, sensações de paz e força para os que sofrem com a perda...é isso aí.

abraçsonoros
ps.hoje vibramos pelas vítimas fatais do terremoto da cidade de kôbe, em 17 de janeiro de 1995...sou sobrevivente desse flagelo.